Criando um jogo da memória em Java – Parte 01

Rodrigo Flausino

Desenvolvedor de software, atualmente como freelancer e trabalhando em casa. Meio ranzinza de vez em quando, mas é gente boa. Vivia reclamando. Gamer quase hardcore. Tem um PS2, um PS3 e um PC razoável que roda games atuais!

You may also like...

  • http://nothinglike.net/diary/ Gobr

    Quanto as imagens acho que a várias maneiras de fazer isso, você pode por exemplo criar internamente uma espécie de hash para as imagens que estão no diretório, assim se o usuário adicionar novas imagens o programa simplesmente não "vê" elas.
    Pode ser também que se crie imagens padrão "embutidas" no programa e ofereça à oportunidade de colocar novas.
    Ou criar uma espécie de servidor web com as imagens, mas aí eu já tô indo longe demais… ou não.

    • http://intensedebate.com/people/rodrigoflausino Rodrigo Flausino

      O lance do servidor de imagens, no momento é um pouco nebuloso na minha mente, já que para esta primeira incursão eu vou fazer coisas mais simples, sem estudar muito. Eu tava pensando em fazer um loop pra analisar as imagens no diretório e se não tiver todas, eu usar um diretório-reserva de imagens para colocar elas no lugar. Assim, mesmo que o user zoe com a pasta o jogo continuará rodando normalmente.

  • http://vinigodoy.wodpress.com ViniGodoy

    Bom, acho que o primeiro passo é definir se o jogo será expansível ou não. Também é bom definir se você irá querer fazer algo casual e que possa ser rodado em qualquer lugar, ou algo usando tecnologias hardcore, como forma de estudo mesmo. Se for puxar para o primeiro caso, considere a possibilidade do jogo ser um Applet web ou um Java Web Start. Applets normalmente são desenvolvidos em Java 1.1, para que sejam aceitos em sites de publicação de games (aliás, ser aceito num site assim poderia ser uma boa meta).

    Se não for um applet e for espansível, eu sugeriria que você fizesse a integração com uma linguagem de script (como Groovy). Os scripts também são legais para permitir expansões mais complexas no jogo, que deixam felizes seus jogadores geeks de plantão.

    Também sugeriria que você fizesse as duas coisas. Deixe as imagens no seu .jar e utilize-as, caso não haja nenhum script dizendo o contrário. No site do seu jogo, você pode fornecer um pacote básico de exemplo, para quem quiser desenvolver, onde a pessoa baixa o scripts básico e uma série de imagens diferentes.

    Trabalhe para que seu script fique extremamente simples, e o mais leigo usuário possa no mínimo, altera-lo.

    Em qualquer um dos casos, não faça um jogo estático. Considere a possibilidade de inserir animações. Por que? Por que isso te forçará a trabalhar o loop do jogo, ainda que de maneira simples e tornará o jogo mais divertido. Compreender o motor gráfico e os timers ajudará muito depois, quando você for desenvolver jogos mais complexos. Claro que você pode iniciar com uma versão estática e inserir as animações no futuro.

  • Morrison

    este desenho é do sonic velho