Batman: Arkham Origins é confirmado; confira primeiras infos e imagens

Batman Arkham Origins

Depois de diversos rumores e manobras para despistar, finalmente foi anunciado o novo game do Homem-Morcego! Confirmando os rumores: Batman: Arkham Origins terá o Batman enfrentando inimigos pelas ruas de Gotham City e num prequel, acontecendo antes do personagem entrar no Asilo Arkham levando o Coringa (e como todos sabem, o palhaço maluco faz a festa por lá dando trabalho pro herói). Arkham Origins foi anunciado pela revista norte-americana Game Informer, com a capa do jogo e tendo a reportagem principal da edição com muitos detalhes. Para começar, o jogo não está sendo feito pela Rocksteady, e sim pela Warner Bros Montreal, que fez a conversão do Arkham City para o Wii-U. Escolher outra desenvolvedora já cria uma certa desconfiança por parte do jogador, pela qualidade elevada dos games anteriores da Rocksteady. Pela Warner Bros Montreal ter feito a conversão para o console da Nintendo, eles ficaram familiarizados com a Unreal Engine 3, e o Sefton Hill, da Rocksteady (e diretor de desenvolvimento dos anteriores) também deu a sua bênção, comentando que eles estão bastante animados com a nova equipe que está desenvolvendo o novo game. Já o novo game da Rocksteady ainda continua em segredo.

Arkham Origins tem previsão de lançamento para o dia 25 de outubro para PC, Playstation 3, Xbox 360 e Wii-U, e tudo acontece numa véspera de Natal, onde temos um “momento que definiu sua carreira e destino, o que o leva a encontrar muitos personagens importantes pela primeira vez e constrói relações importantes que moldarão seu destino” (segundo o PS3 Brasil). O chefe da máfia Máscara Negra ofereceu uma enorme recompensa pela cabeça do Batman. Assassinos e super-vilões da DC, além de policiais corruptos, aproveitarão a oportunidade para tentar acabar com o cara e faturar uma graninha, e Batman terá de se virar para descobrir os motivos do Máscara Negra querer acabar com ele. E de quebra provar aos policiais bons da cidade que está do lado deles. A missão não será fácil!

Batman Arkham Origins

Eles decidiram fazer um game em uma época anterior para ter novas ambientações, novas oportunidades e táticas, além de novos tipos de inimigos. O sistema de combates irá permanecer, e o Batwing não poderá mais ser controlado diretamente, sendo usado mais para fazer fast travel (viagens rápidas) durante pontos-chave do enredo. O mundo do jogo será dividido em 2 partes principais: Old Gotham, similar à Gotham mostrada nos games anteriores, e New Gotham, com mais arranha-céus. Uma ponte separará as 2 locações, e metade do jogo acontecerá na “parte velha” da cidade..

Outro detalhe citado é que ele, por ser um “predador tradicional”, irá fazer o básico da jogabilidade dos jogos anteriores: planar e chutar os oponentes, pegar os caras de cabeça para baixo e ficar balançando pra lá e pra cá igual a um morcego, etc (além dos combates corpo-a-corpo). Será introduzida uma “garra remota” similar a garra de Just Cause 2 (Grappler), sendo usada em diversas situações, e agarrando em 2 objetos. No Brasil Gamer é citado que “uma garra vai se conectar no primeiro objeto e a outra no segundo. Dessa forma, Batman poderá puxar os dois”, além de poder jogar objetos nos inimigos.

Batman Arkham Origins

Um outro exemplo citado é que poderemos amarrar um barril de explosivos que ficará pendurado, atrair os inimigos com a sonic Batarang (aviso sônico) e cortar a corda com um Batarang normal, deixando cair o barril com explosivos em cima das cabeças dos inimigos. Essa descrição, se for analisar realisticamente, é meio estranha, pois pelo que eu entendo do personagem (e lendo mais sobre isso), ele não mata os oponentes, sempre pensando em levar eles à justiça, e os inimigos normais da cidade quase sempre ficam desacordados. Explodir explosivos na cabeça ocasionaria a morte deles (tecnicamente), mas também por ser um game anterior às aventuras atuais, pode ser que ele adquira esse detalhe posteriormente. Ou essa descrição (que chegou a ser postada no Gaming Everything) não condiz muito com a minha visão do que eu penso do jogo.

Na cidade também terá torres de rádio que foram hackeadas, que emitirá sinal que irá atrapalhar os equipamentos do Batman, desativando o Batwing (e impedindo as viagens rápidas) e parando a localização de pontos de interesse no mapa. Num sistema similar ao da série Assassin’s Creed, teremos de desativar essas torres, que envolverá resolução de puzzles e habilidades de combate. Algumas poderão ser desativadas facilmente, outras torres irão precisar de equipamentos melhores, tendo de retornar depois com upgrades. Pelo game prometer ser mais aberto como o Arkham City, é um sistema interessante para adicionar um pouco de linearidade para o jogador seguir o enredo básico.

Batman Arkham Origins

Também teremos bônus de experiência e completar as sidequests irá contribuir para os policiais bonzinhos saibam que o Batman está mesmo do lado do bem. Também será introduzida um sistema de “Most Wanted” (Mais procurados), com o herói indo atrás de inimigos que não estão na aventura principal, em missões opcionais que só irão aparecer quando o jogador achar as missões no mapa. Dependendo da missão, o Alfred irá passar outros equipamentos para ajudar na tarefa, e as missões também oferecerão melhorias e upgrades.

Outro sistema inédito é o de “Dark Knight”, que funcionará mais internamente e que irá aumentar a dificuldade progressivamente com a progressão do jogador. Será uma espécie de challenge extra, com o jogador ganhando bônus de experiência ou um update específico ao realizar certas tarefas, como realizar um certo número de counters ou “silent takedowns” durante os combates contra os bandidos. A equipe quer evitar os tutoriais chatos enquanto treina os jogadores a serem mestres do sistema de combate e serem exímios predadores. O sistema não irá substituir os famosos (e insanos) challenges, e eles querem fazer challenges mais significativos.

Também chegou a vazar algumas imagens da reportagem, que você confere abaixo:

Artes Conceituais:

Com o Arkham Origins sendo feito pela WB Montreal, fico curioso quanto ao novo game da Rocksteady. Se for um novo game do Batman, provavelmente será só pra próxima geração de consoles, mas também eles podem ter ido para outro caminho e fazer um game novo. Eles não revelaram nada, e teremos de esperar os próximos meses pra ver. Quem sabe na E3 2013 eles anunciem alguma coisa, e com o Arkham Origins a caminho, o final de outubro/início de novembro será bem interessante nos lançamentos, tendo inclusive o Assassin’s Creed IV: Black Flag e os prováveis novos Call of Duty e o Need For Speed (continuando a lógica dos revezamentos de estúdios e dos lançamentos anuais).

[Via Gaming Everything, PlayTV, Brasil Gamer e PS3 Brasil. Imagens via All Games Beta]

Rodrigo Flausino

Desenvolvedor de software, atualmente como freelancer e trabalhando em casa. Meio ranzinza de vez em quando, mas é gente boa. Vivia reclamando. Gamer quase hardcore. Tem um PS2, um PS3 e um PC razoável que roda games atuais!

Notícias e Posts Relacionados



  • http://www.facebook.com/people/Alan-Galantin/100001427754406 Alan Galantin

    poxa, não joguei o ACity