Abadox: The Deadly Inner War

Review: Bored_Cyrus | Data: 13/09/2008 | Última Revisão: 03/12/2013

Ficha
Plataforma Adaptações/Outras versões Data de Lançamento
NES 05/1990 (Estados Unidos)
15/12/1989 (Japão)
Desenvolvimento Publicação Classificação
Natsume Milton Bradley (Estados Unidos) / Natsume (Japão) Visão Superior – Rolagem Vertical / Visão Lateral – Rolagem Horizontal (alternadamente)
Multiplayer: Não.
Review

Este é daqueles para abrir o apetite. Bem ao estilo do clássico Life Force / Salamander, este simples shooter da Natsume contempla o jogador com visões de vísceras alienígenas, olhos voadores e inúmeros outros experimentos fracassados da Mãe-Natureza. A premissa é que uma gigantesca criatura devorou seu planeta natal, Abadox. Assumindo o controle de um homem equipado com um Jetpack, sua missão é chegar ao centro do enorme organismo e resgatar uma Princesa, que pode muito bem estar viva. Bons tempos de enredo de manual de instrução!

As similaridades deste game com Life Force / Salamander não se restringem a temática comum. Os sete estágios de Abadox: The Deadly Inner War também alternam, a exemplo daquele game, entre rolagem vertical e horizontal. Um detalhe curioso é que, nos estágios verticais, diferente de praticamente todos os shooters que adotam esta perspectiva, a tela rola de cima para baixo (a provável lógica disso é que você está descendo pelo gigantesco organismo). Os estágios horizontais revelam certa influência dos games da série Gradius.

Power-ups aparecem sob diferentes formas: alguns incrementam sua velocidade, outros, seu poder de fogo. Há também possibilidade de obter “satélites” que circulam ao redor de seu personagem e bloqueiam os tiros que entrarem em contato. Uma vez que só existem dois comandos neste game (mover-se e atirar), não há muito o que fazer a não ser movimentar-se para os lugares certos e usar os satélites para bloquear os tiros mais perigosos.

No mais, Abadox: The Deadly Inner War é do estilo que exige pura tentativa-e-erro até ser dominado: morrer significa perder todos seus power-ups e ter que voltar a um determinado ponto da fase. A deixa é que o jogo permite continues infinitos, sempre a partir de seu último checkpoint.

Avaliação
Estrela CheiaEstrela CheiaEstrela CheiaMeia EstrelaEstrela Vazia
Screenshots

Dicas / Segredos
Poder máximo

Na tela de “PUSH START“, faça a seguinte sequência:

Cima + Baixo + Direita + Direita + Cima + Esquerda + Direita + Baixo + Esquerda + Cima + Start

Durante o jogo, apenas pause e despause. Você terá os melhores power-ups equipados.

Invencibilidade

Na tela de “PUSH START“, faça a seguinte sequência:

A + A + Cima + B + B + Baixo + A + B + Start

Durante o jogo, apenas pause e despause. Você terá invencibilidade.

Seleção de estágios

Na tela de “PUSH START“, faça a seguinte sequência: Esquerda + Cima + Direita + Baixo + Cima + Direita + Esquerda + Baixo. Logo em seguida, você precisará fazer uma das sequências abaixo e então apertar Start para ir à fase correspondente.

Sequência Estágio
Cima 2 (primeira metade)
Cima + A 2 (segunda metade)
Esquerda 3 (primeira metade)
Esquerda + A 3 (segunda metade)
Baixo 4 (primeira metade)
Baixo + A 4 (segunda metade)
Direita 5 (primeira metade)
Direita + A 5 (segunda metade)
Select 6 (primeira metade)
Select + A 6 (segunda metade)
B 7
B + A Créditos

Nota: Se na tela de “PUSH START” você fizer a sequência A + A + Cima + B + B + Baixo + A + B ao invés da citada neste truque, e logo depois realizar uma das sequências da tabela, você irá para a fase correspondente e poderá ter acesso a invencibilidade e ao poder máximo. Basta pausar e despausar.

Este artigo foi postado em Reviews, Reviews: NES / Famicom e marcado como , , , . Adicione o permalink a seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>