PROMOÇÃO! Concorra ao game Max Payne 3 e ainda escolha a plataforma!
28 de junho de 2012 – 17:48 | 16 comentários

É com imenso prazer que começos a nossa PRIMEIRA promoção entre os nossos tão agradáveis fãs do blog no Facebook! Depois de sortear clássicos e lançamentos bombásticos do mundo dos games, agora trazemos Max Payne 3, um dos jogos mais aguardados do ano, e você ainda pode escolher a plataforma!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Leia mais »
Análises

reviews de jogos para playstation 3, xbox 360, pc, wii, 3ds, psp e outros.

Artigos

com uma pitada de humor e curiosidades sobre o mundo dos games.

Imagens

galerias com imagens interessantes para todos os apaixonados por games.

Notícias

as mais variadas notícias sobre assuntos que estão em debate no mundo dos games.

Vídeos

interessantes relacionados ao mundo dos games, tecnologia, humor e outros.

Principal » Ação, Análises, Aventura, PC, PlayStation 3, Xbox 360 / 1.323 visitas -

ANÁLISE: Just Cause 2

Postado por em 29 de março de 2010 – 19:076 Comentários

just cause 2 logo 565x385 ANÁLISE: Just Cause 2

Destruição: s.f.Ato ou efeito de destruir. 2. Ruína, Devastação.

Uma palavra que tem um sentido denotativo tão negativo, quem diria, em Just Cause 2 é fonte de dezenas de horas de diversão.”Destrua tudo que vir, sem pena, sem medo, de todos os meios possíveis e imagináveis” é a palavra de ordem por aqui. Just Cause 1 ficou longe de ser um jogo memorável. Uma ilha grande, veículos variados, porém continha missões repetitivas e sem inspiração. Agora a ilha é maior, os veículos ainda mais variados (jatos, motos, boings, helicópteros, carros e o diabo a quatro) e conta com gráficos jaw-dropping, como diriam os americanos.

A história em Just Cause 2 não é das mais impressionantes; seu objetivo aqui é encontrar um amigo desaparecido, Tom Sheldon. É, é só isso mesmo. Para isso, o jogador terá que se aliar a três facções (que além de informações, lhe rendem fortunas a cada missão completada), que são as missões secundárias do jogo. As primárias são as missões da Agency. Porém tanto as missões primárias quanto as secundárias precisam ser desbloqueadas. Para isso existe o “chaos“, que é basicamente a estrutura do jogo. Você ganha chaos basicamente… causando caos. Just Cause 2 não é um jogo pra jogadores “certinhos“, aqui você precisa destruir tudo que pareça causar um mínimo de fogo, o que é brilhante. Ganhando chaos, missões de facções, de tomadas de fortalezas (o que aumenta a influência da facção), novos itens de Black Market (um helicóptero que você chama quando bem entender, seja para comprar armas, veículos ou para ser transportado para algum lugar já visitado antes) e é claro, as Agency Missions (que dão progresso ao jogo) são desbloqueadas.

justcause2101 565x317 ANÁLISE: Just Cause 2
Com os videos lançados em massa antes do lançamento do jogo, pudemos perceber a presença de uma espécie de corda mil-e-uma-utilidades, que agora conta com dezenas de usos a mais do que possuía no primeiro game. Desde pendurar um inimigo numa árvore a prender carros em alta velocidade no chão (façam esse teste), é com certeza mais uma coisa que faz o jogo brilhar. E é um belo meio de locomoção quando não há carros ou motos próximos prontos para serem furtados. Atire no chão ou em qualquer estrutura vertical e verá Rico se locomover numa velocidade muito grande, o que serve também para escapar quando se tem, digamos, 30 inimigos cuspindo chumbo em você.

Não poderíamos esquecer do para-quedas, que é tão divertido quanto (OK, nem tanto) o grapple-hook de ser usado. Pule de onde quiser, desde que não se esqueça de abrir o para-quedas e tudo ficará bem. Você pode ainda usá-lo em cunjunto com o grapple-hook, atirando em algum lugar e puxando, para dar impulso ao para-quedas e permanecer voando.

justcause289 565x318 ANÁLISE: Just Cause 2
Os controles podem ser uma verdadeira confusão nos primeiros minutos… ou horas para alguns. Os controles da Grapple-hook no joystick podem ser bem confusos no começo, mas depois de uma jogatina contínua, essa questão é resolvida. Os carros mais rápidos derrapam muito, fazendo que você dê aquela maneirada, o que não é muito agradável às vezes. No entanto, todos os veículos foram incrivelmente bem estudados, todos eles no geral passam uma sensação de realismo muito grande, principalmente os aviões grandes. Um carro em alta velocidade, ao bater em algo e ir aos ares girando faz sons característicos, que são difíceis de explicar. Precisam ser testemunhados. Falando em sons, esses são muito bem trabalhados, desde vozes de sotaques variados a músicas empolgantes, que sempre estão lá para dar “um clima a mais“. Algumas vezes as vozes dão uma de “disco arranhado“, mas como é por pouco tempo, não é nada que atrapalhe.

Graficamente o jogo dá um show, as paisagens no geral são lindíssimas. Num dia limpo, numa casa de praia o jogador para só para apreciar a paisagem. Sério. E muitas vezes optará por barcos frente a veículos aéreos, visto que a água é tão límpida, que os corais podem ser vistos com facilidade. Nem tudo é perfeito, entretanto. Ainda que os gráficos sejam extremamente belos, fica uma sensação que eles não receberam o polimento devido em algumas partes. Nada que atrapalhe a experiência gráfica. O jogo roda de uma forma extremamente fluída, slowdowns são raríssimos no Xbox 360. Ponto para o pessoal da Avalanche Studios por concilar gráficos de ponta com performance.

justcause236 565x317 ANÁLISE: Just Cause 2
Just Cause 2 é um jogo que não vai passar em branco pelo mundo dos games. Ainda que falte um modo multiplayer, o jogo fica de pé por si só com o modo single, e o faz com primor. Ação, tiroteios, veículos, mundo aberto, belos gráficos, explosões, missões dos mais variados tipos. Sim, tudo isso e mais um pouco se encontra neste ótimo título que chegou para arrebentar.

Análise

PrósContras
Diversão; Gráficos; Explosões e mais explosões; Som que acompanha as cenas...O jogo acaba; Vozes que agarram em alguns momentos;
90/100

pixel ANÁLISE: Just Cause 2

Principais termos de pesquisa:


  • Pingback: Tweets that mention ANÁLISE: Just Cause 2 | GamesGeral -- Topsy.com

  • Guitarsmash2008

    ate que é legalzinho

  • http://twitter.com/otaviocol Otávio C Valões

    putz nem curti esse jogo.

  • Bruno Bolner

    Não sou muito fã de games assim. Mas provavelmente deve ser uma boa experiência.

  • http://twitter.com/AndrePosman15 Andre Posman

    Esse jogo é muito legal de jogar se vc quiser destruir tudo ou ficar dando voltas sem ter que fazer nada, mais nao jogo esse jogo achando que vai ter uma historia sensacional como de Assassins Creed

  • http://twitter.com/Stenio95 Stenio Ramalho Vilar

    Nunca ouvi falar